Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2021

Indústria brasileira busca caminhos para se reinventar

Imagem
Há uma sombra pairando sobre o futuro da indústria brasileira, um dos tradicionais dínamos da economia nacional. Responsável por quase 40% do valor total do Produto Interno Bruto (PIB) no início dos anos 1990, o setor industrial responde hoje por apenas 10%.  O cenário negativo da indústria, de forma geral, é global e está ligados às revoluções trazidas pelas novas tecnologias. A internet e os celulares trouxeram uma nova era da informação e alteraram profundamente a forma de se fazer negócios no mundo, deslocando empresas como Google, Apple e Amazon para o topo da lista dos negócios mais poderosos do mundo, que antes era ocupado por fabricantes de automóveis, de aviões e petroleiras, entre outros grupos tradicionais. Esse processo deve se acelerar. Um levantamento do centro de estudos BCG Henderson Institute, por exemplo, diz que a nova onda tecnológica - que inclui a combinação de sensores, Internet das Coisas e Inteligência Artificial (IA) – vai transformar todas as empresas em negó

Sicredi disponibiliza linha de investimentos a projetos com grafeno

Imagem
A maior feira de inovação industrial e negócios da América Latina, a Mercopar 2021 foi o palco do lançamento da Linha de Investimento em Grafeno, uma linha de crédito exclusiva para apoiar projetos relacionados ao grafeno. Resultado de uma parceria entre a Sicredi Pioneira e a Sicredi CooperUCS, o novo produto tem o objetivo de auxiliar no financiamento de projetos de pesquisa e desenvolvimento envolvendo o grafeno e que poderão atrair investimentos para a região, gerando emprego e renda aos municípios.  A Linha de Investimento em Grafeno oferece crédito financeiro a uma taxa de 0,29% ao mês + CDI, e o empréstimo pode ser quitado em até 60 meses, sendo 12 de carência para o pagamento da primeira parcela. Para ter acesso aos valores, o proponente precisa ser associado a uma das duas cooperativas ou atuar em uma das 21 cidades da área de abrangência da Sicredi Pioneira. Além disso, o projeto precisa ser ter sua viabilidade aprovada pela UCSGRAPHENE, planta de produção, caracterização e a

UCSGRAPHENE e Zextec lançam em 2022 tecnologia com grafeno para limpeza e filtragem de água

Imagem
Desenvolvidos a partir de pesquisa realizada pela Universidade de Caxias do Sul, pelo menos três produtos voltados à separação de óleos e solventes devem ser disponibilizados simultaneamente ao mercado. A UCSGRAPHENE, unidade de negócios da Universidade de Caxias do Sul, e a empresa Zextec preparam-se para lançar no mercado, em 2022, três produtos que prometem revolucionar a filtragem e limpeza de água misturada com óleos ou solventes. Os materiais foram desenvolvidos a partir de um projeto de pesquisa sobre espumas hidrofóbicas desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Engenharias de Processos e Tecnologias da UCS. A ideia é que estejam no mercado, já no próximo ano, os seguintes itens: - Filtro industrial para múltiplas aplicações - Equipamento de combate a desastres ambientais, para limpeza de derramamentos de óleo - Skimmer (equipamento para limpeza de piscinas) capaz de filtrar óleos e protetores solares.  De acordo com o diretor da Zextec, Hugo Sousa, a tecnologia adsorvente (

Airbus começa a montagem do primeiro protótipo de asa ecológica para aviões comerciais

Imagem
  “Wing of Tomorrow”, um importante programa de pesquisa e tecnologia da Airbus, atingiu um marco importante com a montagem de seu primeiro protótipo de asa em tamanho real. O programa não apenas testará os mais recentes materiais compostos e novas tecnologias em aerodinâmica e arquitetura de asas, mas, explorará como a fabricação e a industrialização de asas podem ser aprimoradas para atender à demanda futura conforme o setor emerge da pandemia. Três asas de protótipo em tamanho real serão fabricadas no total: uma será usada para entender a integração de sistemas; uma segunda será testada estruturalmente para comparar com a modelagem de computador, enquanto uma terceiro será montada para testar a produção em escala e comparar com a modelagem industrial. Sabine Klauke, Diretor Técnico da Airbus, disse: “o projeto é uma parte crucial do portfólio de R&T da Airbus, e nos ajudará a avaliar a viabilidade industrial da produção futura de asas. A tecnologia de asa de alto desempenho é um